Notícias

07/11/2012

Seminário discute uso responsável de tecnologias de informação para preservar a dignidade humana

Nos dias 6 e 7.11, a Universidade Tecnológica Federal do Paraná-UTFPR/Campus Curitiba, sediou o I Seminário Nacional de Tecnologia e Dignidade Humana. O evento teve por objetivo fomentar uma reflexão entre diversos órgãos públicos e privados sobre a ‘dignidade da pessoa humana’, conforme prevê a constituição brasileira, no que se refere ao uso de tecnologias de informação e comunicação por crianças, adolescentes, jovens e adultos sob a ótica da cidadania e dos direitos humanos, buscando a Cultura da Paz. O evento contou com a presença da secretária da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Paraná, Maria Tereza Uille Gomes, além de representantes das Secretarias de Estado da Educação, da Segurança Pública, da Saúde, da Ordem dos Advogados do Brasil-Seção Paraná-Comissão da Criança e do Adolescente, entre outras participações. A Secretáia da Justiça ressaltou a importância do Seminário que tratou da saúde física e mental de jovens e o uso responsável das tecnologias.

Já na manhã do primeiro dia do evento, foi formalizada a institucionalização do Comitê Estadual Permanente de Tecnologia e Dignidade Humana no Paraná, que será gerido pela Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos-SEJU, através do Programa de Desenvolvimento Integrado - PDI Cidadania e da Escola de Educação em Direitos Humanos-ESEDH.

A composição do Comitê tem caráter interinstitucional, devendo agregar representantes de universidades públicas e de órgãos governamentais para criar um plano de mobilização quanto ao uso consciente e responsável das tecnologias de informação e comunicação.

Durante o evento foram apresentados estudos científicos e fatos atuais na área de tecnologia da informática na sociedade, que privilegiem o impacto humano, no que se refere à saúde física, aos processos cognitivos, às implicações psicológicas, às questões de segurança, aos litígios trabalhistas e previdenciários e à inclusão digital nas políticas públicas.

O seminário foi dirigido à professores e alunos de instituições de ensino superior e da educação básica, bem como, gestores de órgãos públicos, de instituições privadas e Ong’s que valorizam o foco no humano da interface homem-máquina.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.