Força-Tarefa Infância Segura articula mecanismos para prevenção sobre casos de ameaças eletrônicas
29/10/2019 - 17:55

A Força-Tarefa Infância Segura, vinculada ao Departamento de Justiça, da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná realizou nesta terça-feira (29) reunião técnica para tratar das políticas públicas de prevenção a crimes cibernéticos, que faz parte da Ação 5 do Pacto Infância Segura, cujo objetivo é a prevenção de crimes sexuais cibernéticos contra crianças e adolescentes no Estado do Paraná.

Durante reunião foram debatidos mecanismos de informação e prevenção destinados a pais, professores e alunos da educação básica sobre ameaças eletrônicas contra escolas, envolvendo crianças e adolescentes do Paraná.

A prevenção a violências e crimes contra crianças e adolescentes, especialmente na era digital, fez com que a Força-Tarefa ganhasse o reforço do Programa Reconecte – Desafio Detox Digital Brasil, programa do Governo Federal que atua em vários eixos, sendo um deles a segurança cibernética, lançado no Paraná na gestão do governador Carlos Massa Ratinho Júnior e do secretário da Sejuf, Ney Leprevost.

Dentre os objetivos dessa frente digital da Fortis estão: o desenvolvimento da educação digital consciente a partir de comportamentos éticos, responsáveis e seguros no meio digital e no uso de ferramentas de comunicação por crianças e adolescentes do Paraná; a realização de ações preventivas e educativas sobre riscos e efeitos nocivos do uso das tecnologias; o estabelecimento de critérios para o uso de ferramentas de comunicação e mídias sociais na internet para os atores da comunidade escolar paranaense e a proposta de orientação de encaminhamentos para as ocorrências de ameaça eletrônica envolvendo instituições de ensino do Paraná.

Estiveram presentes representantes das Secretarias de Estado da Educação (Educação em Direitos Humanos), da Justiça (Escritórios Regionais), da Segurança (Polícia Militar-BPEC), da Ordem dos Advogados do Brasil-Seccional PR (Comissão da Criança e do Adolescente), do Instituto Tecnologia e Dignidade Humana, da Secretaria Municipal de Políticas sobre Drogas de Campina Grande do Sul, ONG Arte e Alegria, Colégio Estadual do Paraná e CELEPAR.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias