Videoconferência debate política pública LGBT na Socioeducação
06/06/2019 - 17:40

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná (Sejuf), por meio da Escola de Educação em Direitos Humanos (Esedh), promoveu nesta quinta-feira (06/06), em Curitiba, videoconferência com servidores que atuam nas Unidades Socioeducativas do Paraná. A videoconferência foi transmitida aos Escritórios Regionais da Sejuf, nos municípios de Campo Mourão, Cascavel, Foz do Iguaçu, Laranjeiras do Sul, Londrina, Maringá, Paranavaí, Pato Branco, Ponta Grossa, Santo Antonio da Platina, Toledo e Umuarama.   

O evento contou com palestras expositivas sobre a política LGBT na socioeducação, como adequar o protocolo de atendimento ao adolescente LGBT, buscando expor os principais conceitos e explicando as principais dúvidas aos profissionais. Foram apresentados conceitos iniciais referentes a discussão sobre identidade e orientação sexual; questões jurídicas sobre adequação do atendimento socioeducativo às pessoas LGBT e as questões psicológicas – como saúde mental e questões sobre o suicídio.

Também explicações do panorama sobre a Rede de Atendimento e a situação atual das políticas públicas existentes e disponíveis às pessoas LGBT no Estado do Paraná, considerando que atualmente esta política está sob a responsabilidade do Departamento de Direitos Fundamentais da Sejuf.

Ao todo, foram inscritos 110 profissionais das 27 Unidades Socioeducativas, entre eles diretores assistentes; agentes de segurança socioeducativa de referência do plantão diurno dos Centros de Socioeducação, diretores e um agente de segurança socioeducativa das Casas de Semiliberdade e um assistente social ou psicólogo de cada unidade.

​Participaram da videoconferência, o diretor do Departamento de Atendimento Socioeducativo, David Antônio Pancotti, a diretora do Departamento dos Direitos Fundamentais e Cidadania, Regina Bley e demais servidores da Sejuf. 

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias