Direitos da Juventude

Direitos da Juventude


Apresentação

A Coordenação de Políticas Públicas para a Juventude foi criada em 2013, inicialmente como uma assessoria especial da casa civil. Em 2019, com a reforma administrativa do Governo do Estado esta assessoria foi transferida para a nova Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho – SEJUF, quando foi instituída a atual nomenclatura e elevação do status de assessoria especial para Coordenação Estadual.

Seu objetivo é articular e garantir o desenvolvimento de projetos e políticas públicas direcionadas aos jovens paranaenses de 15 a 29 anos, de acordo com o Estatuto da Juventude (Lei 12.852, 05.08.2013).

A principal missão desta coordenação é levar aos jovens de todo o Estado o máximo possível de informações sobre os serviços que o Poder Público presta à população, desde benefícios até cursos e linhas de financiamento estudantil, sempre prezando pela qualificação dos jovens paranaenses para que possam ocupar cada vez melhores postos no mercado de trabalho.

Como missão secundária, mas não menos importante, temos o compromisso de despertar na juventude paranaense o desejo de participação da vida política, não no sentido de política partidária, mas sim da política administrativa dos nossos governantes.

Para isso, buscamos sempre priorizar comunidades que não detenham tanto poder de informação, bem como aquelas que possuam maior índice de vulnerabilidade social.

Objetivos:

  • Elaborar e propor a Política Estadual da Juventude, em conformidade com a Política Nacional de Juventude, bem como realizar as ações necessárias à sua implantação, acompanhamento e avaliação;
  • Interagir com todos os órgãos do Governo do Estado do Paraná para integrar as políticas públicas para a juventude, de modo a conferir maior eficácia e visibilidade às ações governamentais voltadas para a população jovem do Estado do Paraná;
  • Atuar junto a órgãos e entidades federais, estaduais, municipais, internacionais e do terceiro setor, com objetivo principal de promover a intersetorialidade das ações voltadas para o jovem e para o protagonismo juvenil;
  • Promover ações que visem estimular o desenvolvimento do associativismo e do voluntariado jovem, bem como apoiar a relação do Estado com segmentos da juventude como associações juvenis e entidades equiparadas;
  • Fomentar a cultura do empreendedorismo jovem, em articulação com as demais esferas de governo e com a sociedade civil;
  • Incentivar e promover ações de capacitação e desenvolvimento do jovem, em perspectiva individual e coletiva, que estimulem o surgimento de lideranças jovens em diversos segmentos, como o político, o educacional, o artístico e o esportivo;
  • Estimular o acesso de jovens a bens públicos, equipamentos esportivos, educacionais e culturais e às atividades que favoreçam o desenvolvimento e a utilização de aptidões profissionais e sociais, a fim de contribuir para a construção da consciência e de uma atitude cidadã pelo jovem;
  • Promover e incentivar a realização de estudos, debates, conferências e pesquisas sobre a realidade e situação do jovem paranaense, a fim de contribuir para a elaboração de propostas de políticas públicas que visem assegurar e ampliar os direitos da juventude.

Projetos:

Descrição do Projeto:

Projeto voltado à empregabilidade de jovens de 15 a 29 anos, é implementado através de ações em bairros vulneráveis onde são ofertadas vagas de emprego por intermédio do Departamento do Trabalho da SEJUF e encaminhamentos para vagas de jovem aprendiz. Ocorre uma vez a cada 02 meses.

 

Como os municípios podem aderir?

Buscar empresas que estejam situadas na região do município que possam aderir ao projeto, informando o número de vagas disponíveis para contratação dos jovens cadastrados. Para a realização: local; equipe para atendimento e cadastramento (de até 5 pessoas), mesas, cadeiras, computadores com conexão de internet (no mínimo 5).

 

Descrição do Projeto:

Projeto que utiliza a estrutura do Programa Paraná Cidadão e visita municípios do interior do Estado. Nos eventos os jovens de baixa renda são cadastrados na plataforma Identidade Jovem, que garante a gratuidade em passagens interestaduais, meia entrada em eventos esportivos e culturais , dentre outros benefícios, ocorre duas vezes por mês.

 

Como os municípios podem aderir?

Para a realização: equipe para atendimento e cadastramento (de até 5 pessoas), mesas, cadeiras, computadores com conexão de internet (no mínimo 3).

 

Descrição do Projeto:

Construção de um sistema informatizado de ações intersetoriais, que além de garantirem o diagnóstico das fragilidades do jovem paranaense, possa servir de ferramenta para os gestores municipais e estaduais aprimorarem o atendimento às demandas de políticas públicas da Juventude. Almejando estimular o acesso de jovens a bens públicos, equipamentos esportivos, educacionais e culturais a fim de contribuir para a construção de consciência e a prática cívica pelo jovem. Usado como modelo o Rede Jovem e Sinajuve.

Como os municípios podem aderir?

Aderir a plataforma online, cadastrando o município no sistema, informando o setor responsável pelas políticas públicas para a juventude, bem como os projetos.

 

Descrição do Projeto:

O programa possui o objetivo de atender à necessidade de prevenção e conscientização a respeito do uso de drogas, fazendo uma aproximação do público alvo (crianças e adolescentes), a fim de desenvolver atividades que estimulem a reflexão e o aprendizado prático e lúdico. Para isso, juntamente com a Associação Farol da Madrugada, será desenvolvido um concurso cultural a ser realizado junto às escolas da rede pública estadual, como forma de promover a conscientização e combate ao uso de drogas.

Como os municípios podem aderir?

Para a realização: equipe multidisciplinar que irá compor a banca avaliadora e organizadora do projeto; premiação para os três melhores projetos; evento solene para a apresentação dos melhores trabalhos, bem como a premiação; certificado para os participantes.

 

Descrição do Projeto:

O Projeto Arte e Cidadania pretende resgatar o caráter socialmente útil da prestação de serviços à comunidade relativamente à pichação, através da participação em círculos de construção de paz e atividades de cunho artístico, visando a compreensão e a internalização dos direitos e deveres da cidadania.

 

 

 

 

 Últimas Notícias

 Conselho Estadual da Juventude
 


     Contato

    paranajuventude@gmail.pr.gov.br

    (41) 3210-2668