Sistema de Agendamento do Trabalhador (Carteira de Trabalho)

ATENÇÃO TRABALHADOR!

O agendamento para a emissão da Carteira de Trabalho pode ser feito online, ou na Superintendência Regional do Trabalho no Paraná, que fica no Centro de Curitiba.

Para os moradores da Região Metropolitana de Curitiba e dos outros municípios do Paraná, o atendimento será agendado para Agência do Trabalhador local, ou seja, a do próprio município. Moradores dos distritos podem procurar também a agência mais próxima de sua casa.

NO CASO DE DÚVIDAS, entrar em contato com a agência mais próxima de sua casa.

Agende seu atendimento:

 

Carteira de Trabalho

IMPORTANTE – Ler com atenção!

O dia do seu atendimento é obrigatória a apresentação, em ORIGINAL ou CÓPIAS AUTENTICADAS EM CARTÓRIO, todo e qualquer item listado abaixo deve ser apresentado no ato do atendimento. Conforme PORTARIA Nº 03, DE 26 de Janeiro de 2015.

1ª Via - documentos necessários.

1. DI – Documento de Identificação com foto.

Documento oficial de identificação civil que contenha nome do interessado data de nascimento, local de nascimento (estado e município), filiação, nome e número do documento com órgão emissor e data de emissão.

CNH não é aceita como documento de identificação para emissão da CTPS. (Este documento não apresenta local de nascimento: estado e município como exigido no item anterior).

2. CPF – Cadastro de Pessoa Física.

3. Comprovante de Residência (com o número do CEP atualizado).

4. C.E.C – Comprovante de Estado Civil.

Comprovação obrigatória do estado civil por meio de Certidão de Nascimento (se solteiro) ou Casamento (se casado), com averbação, se for o caso quando (se separado, divorciado ou viúvo).

 

2ª VIA - documentos necessários

1. Todos os itens da 1ªVIA.

2. DOC – Documento que comprove o número da Carteira de Trabalho Anterior. Comprovação obrigatória, por parte do interessado, do número da CTPS anterior, que pode ser feita por meio de um dos seguintes documentos:

a) cópia da ficha de registro de empregado com carimbo do CNPJ da empresa;

b) extrato do PIS / PASEP ou FGTS;

c) requerimento do seguro desemprego;

d) termo de rescisão do contrato de trabalho, homologado pelo Ministério do Trabalho e Emprego, ou pelo Ministério Público, ou pela Defensoria Pública, ou pelo Sindicato de classe, ou por um juiz de paz.

3. BO – Boletim de Ocorrência.

Em caso de perda, roubo, furto ou extravio.

4. CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social.

Completa, nos casos onde não há mais espaço para alterações de férias/salário, novos contratos e/ou anotações gerais.

Inutilizada / danificada, nos casos de 2ª Via por inutilização.