Justiça, Trabalho e Direitos Humanos

12/01/2018

Diferença de preço no material escolar ultrapassa 200%, segundo pesquisa realizada pelo Procon-PR

O Procon-PR, departamento vinculado à Secretaria da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos (Seju), realizou uma pesquisa de preços de material escolar entre os dias 10 e 11 de janeiro de 2018 em quatro estabelecimentos de Curitiba. Ao todo, foram pesquisados cerca de 300 itens, sendo consideradas, para o levantamento, marcas pré-definidas.

As variações de preços constatadas referem-se aos dias em que a coleta foi realizada, podendo ser diferentes dos preços praticados atualmente, já que estão sujeitos à alteração conforme a data da compra ou por descontos especiais concedidos, ofertas e promoções.

As maiores variações de preço encontradas foram:

- Borracha TR 18 Big – marca Mercur – Variação: 226%
Maior preço: R$ 12,99 (Niposhop)
Menor preço: R$ 3,99 (Casa China)
Diferença: R$ 9,00

- Tinta Guache 6 cores - 15 ml cada – marca Faber Castell – Variação: 100%
Maior preço: R$ 9,99 (Lojas Americanas)
Menor preço: R$ 4,99 (Niposhop)
Diferença: R$ 5,00

- Giz de Cera Curto 15 Cores – marca Faber Castell – Variação: 92%
Maior preço: R$ 4,99 (Niposhop)
Menor preço: R$ 2,60 (Livrarias Curitiba)
Diferença: R$ 2,39

- Lápis de cor 12 cores + 4 grafite – marca Bic – Variação: 88%
Maior preço: R$ 14,99 (Lojas Americanas)
Menor preço: R$ 7,99 (Casa China)
Diferença: R$ 7,00

- Caderno Ecko 96 folhas – marca Tilibra – Variação: 56%
Maior Preço: R$ 24,99 (Lojas Americanas)
Menor Preço: R$ 15,99 (Niposhop)
Diferênça: R$ 9,00

- Caderno Bichinhos 200 folhas – marca Tilibra – Variação: 59%
Maior Preço: R$ 29,99 (Lojas Americanas)
Menor Preço: R$ 18,90 (Livrarias Curitiba)
Diferença: R$: 11,09

De acordo com Claudia Silvano, diretora do Procon-Pr, a pesquisa realizada pelo órgão tem como objetivo alertar o consumidor sobre a importância de comparar os preços em vários estabelecimentos, pois no final das contas a economia é grande para quem pesquisa.

Além disso, o Procon-PR orienta que os pais utilizem o material escolar que sobrou do ano passado e que façam as compras de forma coletiva, reunindo-se com outros pais, pois compras em quantidade podem resultar em bons descontos.

A pesquisa está disponível no site do Procon–PR: www.procon.pr.gov.br
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.