Justiça, Trabalho e Direitos Humanos

06/02/2018

Seju debate proposta de mudança das escalas dos agentes de segurança socioeducativas do Paraná

O secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos (Seju), Artagão Júnior, realizou nesta terça-feira (6), reunião com agentes de segurança socioeducativas de 16 Centros de Socioeducação do Paraná, para ajustar questões referentes aos trabalhos nas unidades e nas escalas dos profissionais.

Na oportunidade, foram pautados assuntos referentes a um estudo técnico que está sendo elaborado para dar encaminhamento na possível mudança da escala dos agentes de segurança. “Estamos em diálogo com os agentes e profissionais da socioeducação. Na sequência, abriremos um protocolo com o pedido da mudança, para que o processo seja encaminhado e tramitado junto às secretarias da Administração e da Fazenda responsáveis pelo andamento do pedido”, ressaltou o secretário da Seju, Artagão Júnior.

Ainda o secretário enfatizou que a Seju simpatiza com a mudança nas escalas, no intuito de obter uma nova proposta para atuação dos profissionais nos atendimentos com os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas nas unidades.

ESCALAS - Hoje os agentes realizam uma escala de 12 por 36. Já a proposta da escala alternada será de 24 horas de trabalho por 48 de descanso, alternada com 12 horas de trabalho, por 60 de descanso e compensação de 24 horas mensais, para adequação de 40 horas semanais de trabalho, conforme decreto vigente 8572 de 20/10/2010.

Participaram também da reunião o coordenador-geral da Seju, Elias Thomé; o diretor-geral da Seju, Hatsuo Fukuda e o diretor do Departamento de Atendimento Socioeducativo (Dease), Alex Sandro Silva.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.