Associação dos Amigos do Hospital de Clínicas - AAHC "DEDICA - Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente -2019/2020"

Instituição: ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO HOSPITAL DE CLINICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

Missão: Mobilizar a comunidade e o Poder Público, de forma transparente, para suprimento das necessidades do HC, nos âmbitos da assistência e da garantia de direitos dos pacientes e de seus familiares, do desenvolvimento do corpo clínico e científico e da melhoria da infraestrutura.

Nome do Projeto: DEDICA – Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente 2019/2020

Valor do Projeto: R$ 7.508.415,57

Proponente: ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO HOSPITAL DE CLINICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

Objeto: O Programa DEDICA - Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente atua no enfrentamento das situações de violências graves e gravíssimas contra crianças e adolescentes. Tem como objetivo ampliar o atendimento interdisciplinar e intersetorial às crianças e adolescentes vítimas de violência grave e gravíssima detectadas por profissionais especializados do Hospital de Clínicas, interrompendo a situação de violência e minimizando o impacto para estes seres em peculiar fase de desenvolvimento, que se refletirá em toda sociedade. É composto por equipe interdisciplinar que presta assistência à criança e ao adolescente, bem como aos responsáveis / agressor, buscando a quebra do ciclo da violência, que passa de geração em geração. Tal serviço baseia-se no artigo 4º do Estatuto da Criança e do Adolescente, o qual prevê a proteção integral da criança e do adolescente, garantindo-lhes prioridade absoluta e efetivação dos direitos referentes à vida e à saúde.

O Programa DEDICA prezando pela garantia do direito do atendimento adequado ao paciente, presta assistência interdisciplinar, desde a assistência médica, psicológica, psicanalítica, social, educacional e de proteção legal a crianças e adolescentes em situações de violências graves e gravíssimas, bem como aos responsáveis e agressores, estes quando passíveis de tratamento. Atualmente o encaminhamento tem sido feito pelo Hospital de Clínicas, o qual recebe pacientes encaminhados por toda a rede pública de saúde e conta com o suporte interdisciplinar de parceiros como o Ministério Público, Varas de Proteção, de Família e de Crimes na Infância e Adolescência, Delegacias especializadas, Conselhos Tutelares, Escolas, Unidades de Saúde, Instituições de Acolhimento. Junto a estas instituições promove um trabalho intersetorial para assistência integral às vítimas de violência grave e gravíssima.

 

Confira o projeto aqui.