Paraná Solidário, a forma mais fácil de praticar o bem
21/10/2019 - 18:13

Quem não tem uma lista de coisas que não usa há muito tempo? Equipamentos de saúde; eletroeletrônicos e eletrodomésticos; objetos de cozinha, cama e banho; roupas; alimentos; material de artesanato e muitos outros utensílios que estão inservíveis podem fazer a diferença para entidades beneficentes que atendem crianças, adolescentes, idosos, indígenas, LGBT, mulheres em situação de vulnerabilidade, pessoas com deficiência e pessoas em situação de rua. 

Agora, tudo pode ser doado de maneira fácil e rápida,
de forma digital, pelo celular.

O Governo do Paraná, por meio da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) criou o Paraná Solidário, um aplicativo que nasceu para conectar doadores e entidades assistenciais,  facilitando a busca do doador por entidades que necessitam de ajuda. “A proposta da ferramenta é promover as doações, sem intermediários, evitando o desperdício de tudo o que tem utilidade”, disse o secretário Ney Leprevost, da Sejuf, afirmando que a partir desta plataforma, o Paraná inaugura um novo conceito das doações.

O Paraná Solidário é o primeiro aplicativo do Brasil criado especialmente para promover a doação direta entre os cidadãos. Disponível nas versões Android e IOS, a ferramenta pode ser instalada de graça e é auto-explicativa, com informações claras para o repasse direto, sem intermediários. “Estamos democratizando as doações e todas as entidades poderão ter as mesmas chances de receber as contribuições”, disse Leprevost.

Desenvolvido com suporte técnico da Celepar, o aplicativo Paraná Solidário tem um layout moderno e navegação intuitiva. Por meio do recurso de geolocalização o cidadão pode definir um raio de busca, que varia de 1 a 50 km do endereço indicado, para localizar instituições que estejam dentro da sua área de interesse.  

Segundo o assessor de Gestão Inteligente e Inovação da Sejuf André Telles, o aplicativo possui um sistema de gerenciamento de dados que permite visualizar em tempo real as doações, número de entidades, cidades com maior número de doadores e instituições. "Estamos muito felizes com os resultados", diz Telles, informando que em menos de uma semana após o lançamento do aplicativo, já são 301 doadores e 161 entidades cadastradas, além da doação de três toneladas de alimentos, efetuada durante o evento de apresentação do aplicativo, realizado durante a Semana Paraná Inovador, no Palácio Iguaçu.

Se o telefone tiver o sistema operacional Android, os usuários devem procurar o aplicativo no Google Play. Para o IOS, o caminho é a Apple Store. O aplicativo pode ser instalado de graça e permite doar alimentação; calçados; cama/mesa/banho; higiene/limpeza; material escolar; vestuário; eletrodomésticos e eletroeletrônicos; material de construção, equipamentos médicos e hospitalares; livros; ítens esportivos; universitários; veículos; doação para animais e muito mais.

 

Logomarca Paraná Solidário

“Chega da população doar e ver sua ação de boa vontade estocada em grandes armazéns, às vezes até estragando, antes de chegar aos que realmente necessitam”.

Ney Leprevost

Como funciona?

  • Podem se cadastrar entidades e organizações de assistência social, sem fins lucrativos e parceiras da administração pública no atendimento às famílias, indivíduos e grupos em situação de vulnerabilidade ou risco social e pessoal, que integram a rede socioassistencial, desde que inscritas no CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas.
  • Também são aceitas entidades que cuidam de animais abandonados.
  • Depois de preencher os dados cadastrais da entidade, listar no aplicativo quais produtos são os mais necessários e a quantidade desejada, como por exemplo, leite em pó, fraldas geriátricas, ração, tijolos, entre outros.
  • Toda operação é finalizada pelo chat de conversa, para combinar o local e o horário de retirada da doação. Depois de combinado, a entidade vai retirar pessoalmente a doação.
  • Em primeiro lugar, é preciso baixar o aplicativo no smartphone.  A ferramenta é autoexplicativa, de fácil entendimento. Basta seguir o que pede, passo a passo. Não demora nem 1 minuto toda a operação!
  • A primeira ação é preencher o cadastro com as informações pessoais, para tornar o processo mais seguro. Assim as entidades sabem com quem está sendo feita a transação.
  • A partir daí, é só selecionar a categoria do que se quer doar e “publicar o anúncio”,  ou seja, colocar a descrição do produto e fotos.
  • Se o doador não tiver uma entidade de sua preferência, pode escolher, entre as entidades cadastradas, quem receberá o item.
  • Se ainda persistir a dúvida, o sistema do Paraná Solidário escolhe, de maneira aleatória, três opções de entidades, localizadas em um raio de 50 km, e que já sinalizaram a necessidade da doação.
  • A finalização é feita por uma conversa no chat do aplicativo, combinando dia e local de entrega.
  • Há a opção de fazer a doação sigilosamente.