Credibilidade da gestão da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho garante aumento de 62% nas doações para o Fundo Estadual dos Direitos do Idoso
13/01/2022 - 09:19

Encerradas em 30 de dezembro, último dia útil de 2021, as doações para o Fundo Estadual dos Direitos do Idoso do Paraná (Fipar/PR) vinculado ao Conselho Estadual dos Direitos do Idoso (Cedi), chegaram ao valor de R$ 7.415.418,41. Estes recursos são 62% superiores na comparação dos valores doados no ano anterior, que foi de R$ 4.600.000,00, e serão utilizados ao longo de 2022 em projetos que contemplem entidades não governamentais que trabalham para a melhoria da qualidade de vida da pessoa idosa no Paraná. A maioria das doações foi feita por pessoas jurídicas, mas pessoas físicas também aparecem na lista de doadores do Fipar. Todos os doadores têm o benefício em deduzir os valores na declaração do Imposto de Renda à Receita Federal neste ano.

O aumento das doações, reflete a credibilidade da gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior e do secretário Ney Leprevost.

Ney Leprevost, secretário da Sejuf, avalia que “essas doações, além de beneficiar aos doadores com incentivos fiscais, fundamentalmente oportunizam que o Fundo de Assistência à Pessoa Idosa do Paraná ofereça suporte financeiro às entidades não governamentais em seu relevante papel de executar projetos em benefícios da pessoa idosa em nosso estado. Assim, é possível fazer um direcionamento aos projetos aprovados pelo Fipar que vão resultar no aumento da qualidade de vida de uma boa parcela de nossa sociedade”.

DOAÇÕES DE TODO O PAÍS – A abrangência da lei de incentivos fiscais permite que pessoas físicas e jurídicas de todo o Brasil façam doações para o Fundo de Assistência a Pessoa Idosa do Paraná. O Grupo Novamed, do Amazonas, é um exemplo de empresa doadora que não se encontro no Paraná. A empresa é uma das maiores fábricas de medicamentos do mundo.

(Via assessoria de imprensa – Josias Lacour)