Disque Idoso Paraná registra aumento de 32% nas denúncias de violência contra a pessoa idosa
15/06/2021 - 21:19

Através de um trabalho de conscientização da população para mostrar a importância de denunciar todo e qualquer tipo de violação de direitos da pessoa idosa, a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho vem conseguindo gradativamente atingir seus objetivos.

Informações fornecidas pelo Departamento da Política para a Pessoa Idosa da Secretaria comprova um aumento de denúncias de violência contra pessoas idosas através do canal Disque Idoso Paraná. No primeiro quadrimestre de 2021, o número foi 32% superior se comparado com o mesmo período do ano passado. Nos quatro primeiros meses do ano de 2020 o número de denúncias e orientações totalizou 512, sendo que no primeiro quadrimestre de 2021 o número foi de 676 atendimentos.

“Esses números não necessariamente significam um aumento da violência contra a pessoa idosa, mas sim que, através de um trabalho de conscientização feito pela Secretaria e em parceria com o Conselho Estadual dos Direitos do Idoso (Cedi), as pessoas estão se sentindo encorajadas para efetuar as denúncias”, explicou o secretário de Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost.

E complementou afirmando que: “essa dura realidade de maus tratos contra as pessoas idosas deve ser combatida. Para isso, a informação e a denúncia são passos fundamentais para evitar esta prática. Queremos encorajar que cada vez mais pessoas denunciem esse crime”.

No ranking das violações tipificadas, desde 2020 com o início da pandemia, em primeiro lugar está a apropriação indébita que se caracteriza por toda e qualquer prática que visa a apropriação ilícita do patrimônio, sendo eles bens, dinheiro, cartão do banco, cartão de benefícios, entre outros de uma pessoa idosa. É cometida por familiares, profissionais ou instituições. Em segundo lugar vem a negligência, seguida por agressões verbais e psicológicas, agressão física e por último o abandono.

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho através do Departamento da Política para a Pessoa Idosa, em parceria com o Conselho Estadual dos Direitos do Idoso (Cedi), investem em campanhas e materiais informativos e didáticos para despertar a conscientização e a cultura do cuidado com a população idosa.

A Cartilha Conhecendo os Direitos da Pessoa Idosa, disponível online em http://www.cedi.pr.gov.br/sites/cedi/arquivos_restritos/files/documento/2021- 02/cartilhadireitospessoaidosa.pdf, está em sua 2ª edição e explica de forma ilustrada os direitos previstos no Estatuto do Idoso. Através de recursos do Fundo Estadual dos Direitos do Idoso (Fipar), foi autorizada a impressão de 7.000 exemplares da cartilha.

“É com esse olhar atento às políticas públicas que promovem e garantem os direitos a toda pessoa idosa que queremos garantir a dignidade dessa população. Em caso de suspeita de qualquer tipo de violência, não se cale, ligue 0800 141 0001 ou 181”, declarou a chefe do Departamento da Política da Pessoa Idosa, Adriana Oliveira, que também exerce a função de presidente do Cedi-PR.

Gratuidade nas passagens de ônibus – Na semana passada, o Governo do Paraná, através da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, encaminhou para Assembleia Legislativa o Projeto de Lei (PL) nº 257/2021, que visa assegurar para as pessoas com idade igual ou superior a 60 anos e com renda igual ou inferior a 2 salários-mínimos a gratuidade ou desconto na aquisição de bilhetes de passagem de transporte em linhas coletivas intermunicipais.

(Via Assessoria de Imprensa – Tamara Dalcanale).