Estado e CEDI entregam 17 mil EPIs para Instituições de Longa Permanência de 124 cidades
15/06/2022 - 17:57

O Governo do Paraná, através da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), e o Conselho Estadual dos Direitos do Idoso (CEDI-PR) destinaram nesta quarta-feira (15) 17.490 equipamentos de proteção individual (EPIs) para 156 Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) de 124 municípios. Eles vão auxiliar na continuidade do combate ao coronavírus.

“É importante lembrar que a pandemia não acabou. Mesmo o Paraná estando em pleno contexto de recuperação econômica de pós-pandemia, a população idosa é o maior grupo de risco dessas doenças e deverá permanecer mantendo os cuidados por mais tempo”, lembrou o secretário, Rogério Carboni.

Nessa remessa foram entregues oxímetros, sabonetes e água sanitária para atender 5.723 idosos e 3.499 funcionários das ILPIs. A ação faz parte da liberação de R$ 1,5 milhão do Fundo Estadual do Idoso, aprovado em 2021 pelo CEDI-PR.

Na primeira parte desta mesma deliberação foram entregues 640 mil EPIs, entre luvas, toucas, aventais, máscaras e álcool em gel, em novembro do ano passado. Ainda resta mais uma remessa, exclusiva de álcool líquido e em gel.

“O objetivo desta entrega é fazer com que essas pessoas também estejam protegidas. Estamos num momento de vacinação, inclusive de quarta dose, mas também de cuidados e prevenção. E o Conselho, junto com a Sejuf, tem a preocupação de manter as nossas pessoas idosas em situação de acolhimento protegidas nesse momento”, destacou Adriana Oliveira, chefe do Departamento de Políticas para Pessoas Idosas da Sejuf e presidente do CEDI-PR.

Em 2020, o CEDI-PR fez a primeira liberação, de caráter emergencial, de recursos do Fundo Estadual do Idoso, no montante de R$ 1 milhão, o que resultou na compra de 576.290 itens destinados à 321 entidades de 176 cidades do Paraná, atendendo 4.517 trabalhadores e 8.871 idosos em situação de acolhimento. Agora foram mais R$ 1,5 milhão.

No somatório, desde o início da pandemia, 33 mil pessoas, entre idosos e funcionários de ILPIs, foram atendidas.