Municípios são premiados pelo Estado por envolvimento no programa Nossa Gente Paraná
10/11/2022 - 17:46

Oito municípios receberam o prêmio Boas Práticas em Gestão Pública por se destacarem na execução do Programa Nossa Gente Paraná, uma iniciativa estratégica do Governo do Estado, que atua com ações de combate à pobreza, com acompanhamento familiar. O programa contempla atualmente 31.450 famílias.

O prêmio é concedido pelo Governo do Estado para valorizar e reconhecer o trabalho realizado pelos municípios em conjunto com o Estado. A premiação aconteceu nesta quarta-feira (4), encerrando a programação do Seminário Internacional de Políticas de Enfrentamento à Vulnerabilidade Social.

O evento foi realizado pela Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), por meio da Unidade Técnica de Programas, Projetos e Benefícios. Durante os dois dias de seminário foram realizadas palestras e capacitação para os gestores municipais e estaduais da área de assistência social.

Também foram anunciados R$ 42,075 milhões a 383 municípios, para ações nas áreas de primeira infância e pessoa idosa. Além disso, foi lançada a quinta fase do projeto Caixa D’Água Boa, que disponibiliza essas estruturas a famílias de baixa renda e é um dos eixos do programa Nossa Gente Paraná. O programa também abrange projetos como Renda Agricultor Familiar, Inclusão Produtiva Solidária, Redução do Déficit Habitacional, Requalificação Urbana e o Cartão Comida Boa.

“Foi enriquecedor poder acompanhar a apresentação dos municípios vencedores, conhecer práticas que trazem um excelente resultado no apoio às famílias em vulnerabilidade social. Essa troca de experiências oportunizadas pelo seminário irá otimizar ainda mais o programa Nossa Gente Paraná, que é um dos carros-chefes da Sejuf”, declarou o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Rogério Carboni.

Ao todo, 84 práticas municipais se inscreveram para concorrer ao prêmio em quatro categorias: Excelência no Trabalho Social com as Famílias; Estratégias de Gestão da Intersetorialidade; Alternativas para a Execução do Trabalho Durante a Pandemia da Covid-19; e Otimizações das Informações do Sistema de Acompanhamento das Famílias na Gestão Pública Municipal.

“O foco é valorizar o trabalho que os municípios realizam. O Governo provê as ferramentas, metodologia, apoio financeiro e técnico, mas quem realiza todo acompanhamento familiar, quem faz a diferença na vida das famílias são os técnicos municipais", destacou Tamara Zázera, coordenadora da Unidade Técnica de Programas, Projetos e Benefícios da Sejuf.

A seleção das práticas vencedores foi feita por uma comissão formada por técnicos da Sejuf, da Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná) e do IDR-PR (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná). As duas com maior pontuação em cada categoria ganharam troféu e foram apresentadas durante o seminário, mas todas as classificadas receberam certificados atestando a excelência dos serviços.

EXEMPLOS – Adriana Rodrigues Zboralski, técnica do IDR em Mangueirinha, um dos municípios premiados, ressaltou a importância do reconhecimento do trabalho com as famílias em situação de vulnerabilidade social. “Esse prêmio vem para trazer mais ânimo ao nosso Comitê Local e às entidades envolvidas na execução do Nossa Gente Paraná no município”, disse.

“A gente focou em dois assentamentos, o Anjo da Guarda e o Esperança Viva, que tinham uma situação de muita vulnerabilidade social e com algumas ações implementadas pelos setores e pelo programa, hoje eles estão em melhores condições de vida", completou.

A prática ficou na segunda colocação da categoria “Estratégias de Gestão da Intersetorialidade”, que valoriza o trabalho conjunto dos diferentes agentes envolvidos na execução do Nossa Gente Paraná. “Essa ação articulada dos setores contribui muito com a execução do programa e, principalmente, com a qualidade de vida da população”, afirmou.

Na categoria “Excelência no Trabalho Social com as Famílias”, a cidade de Flórida foi premiada pelo trabalho de acompanhamento das famílias contempladas pelo projeto Redução do Déficit Habitacional, outro eixo do Programa Nossa Gente Paraná. “Foi um marco importante, porque essas famílias tinham que pagar o aluguel e isso era complicado e dificultava a situação financeira delas, acirrando a vulnerabilidade social”, afirmou Rosinara Ciavolela, assistente social da prefeitura de Flórida.

“Com a habitação, as famílias criaram autonomia e o protagonismo, que hoje é o principal desafio da assistência social. Foi um trabalho bastante gratificante, mas o mais enriquecedor foi o empoderamento das famílias, ver elas realizarem seus sonhos. Agora elas têm novos sonhos”, disse.

PROGRAMA – O Nossa Gente Paraná é uma estratégia do Governo do Estado para enfrentamento à pobreza, que prevê o acompanhamento intersetorial de famílias em vulnerabilidade social. Coordenado pela Sejuf, o programa é cofinanciado pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e a Fecop (Fundo Estadual de Combate a Pobreza), e é executado em parceria com outras secretarias e órgãos do Estado, como a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, IDR-Paraná, Sanepar e Cohapar, além das prefeituras municipais.

As famílias incluídas no programa são acompanhadas por 2 anos por um comitê de profissionais, participando de atendimentos particularizados, encaminhamentos, oficinas, capacitações e ações coletivas e comunitárias, visando sua autonomia e emancipação.

Confira os vencedores AQUI.