Programa Cartão Futuro do Governo do Paraná está disponível para beneficiar até 35 mil jovens aprendizes
19/11/2021 - 08:02

O programa Cartão Futuro, do Governo Ratinho Junior, vai beneficiar cerca de 35 mil aprendizes entre 14 e 21 anos em todo o Estado. Com investimentos de R$ 57,8 milhões, a ação incentiva a contratação de aprendizes de 14 a 21 anos por empresas que contarão com um subsídio mensal do governo, de R$ 300 por jovem contratado e R$ 450,00 se for pessoa com deficiência ou egresso do sistema socioeducacional.

O programa é uma parceria do Governo do Paraná com o Cedca (Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente) e com os empresários e tem como objetivo garantir o direito a primeira oportunidade de trabalho para jovens e adolescente e também a proteção no trabalho.

Os recursos são do Fundo da Infância e Adolescência (FIA), aprovados pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA). A gestão do programa está à cargo da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, do Governo do Estado.

De acordo com o secretário Ney Leprevost, além de tirar o jovem das ruas, é uma forma de combate à evasão escolar, que aumentou muito durante a pandemia, uma vez que o programa exige que o jovem esteja matriculado para ter acesso ao contrato.

“Este é o maior programa no Brasil para o primeiro emprego do jovem aprendiz. Estamos buscando novas formas de ampliar o seu alcance e garantir acesso dos paranaenses ao mercado de trabalho”, disse o secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

O incentivo do governo aos empresários amplia a parceria do Poder Executivo estadual com o setor produtivo na retomada da economia neste período de recuperação pós-pandemia.

O Cartão Futuro nasceu como uma ação emergencial, durante a pandemia, com o objetivo de dar um apoio às empresas para que não demitissem os seus jovens aprendizes durante o período mais crítico de isolamento social. Instituído pela Lei no 20.084/2019, priorizou os jovens em situação de maior vulnerabilidade social. O sucesso da iniciativa fez com que o programa fosse ampliado, com o auxílio fosse estendido por 24 meses para novas contratações.

O secretário Leprevost destaca que essa é uma iniciativa que se soma ao bom momento da geração de empregos no Paraná. Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o Paraná apresentou um saldo positivo de mais de 168 mil novos postos de trabalho abertos no Estado. "Estes números mostram que, além do esforço do governo em promover a empregabilidade, os empresários paranaenses acreditaram na recuperação do Estado após a pandemia”, afirma.

Força-tarefa do governo - O Governo do Paraná instituiu neste segundo semestre uma força-tarefa para levar o Cartão Futuro a mais municípios e também às escolas do Estado. Além da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, a Casa Civil e a Secretaria de Educação estão empenhadas em divulgar a ação.

As pessoas jurídicas poderão participar do programa fazendo a inscrição pelo site do Cartão Futuro 

A inscrição para as vagas de aprendizagem deverá ser realizada através de intermediação das Agências do Trabalhador em todo o Estado do Paraná, para tal finalidade o jovem aprendiz deverá comparecer a uma Unidade do SINE – Paraná.

"O emprego é o melhor programa social que o governo pode oferecer. Melhor do que uma cesta básica ou um outro auxílio temporário, o emprego dá a dignidade para que o trabalhador tenha autonomia para botar o alimento na mesa de sua família. E o Cartão Futuro é uma importante porta de entrada para o jovem no mercado de trabalho", completa o secretário Leprevost.

(Via Assessoria de Imprensa – Edson Fonseca)

Últimas Notícias