Secretaria de Justiça, Família e Trabalho apresenta balanço das ações que atendeu população em situação de rua na semana mais fria do ano
31/07/2021 - 09:24

A Secretaria de Justiça, Família e Trabalho mobilizou as suas equipes para amenizar o sofrimento da população em situação de rua na semana mais fria do ano. Com recordes de temperaturas negativas, foram três noites de distribuição de cobertores, agasalhos e sopas, arrecadados em campanhas de doação.

As ações foram desenvolvidas nos dias 28, 29 e 30 de julho, direcionadas pela “Nota Técnica Inverno 2021”, elaborada pelo Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política da População em Situação de Rua (CIAMPRua/PR) com orientações da Secretaria de Justiça e da Defesa Civil. Foram estabelecidas parcerias com a Defesa Civil e a Ceasa, que possibilitou a distribuição de 5 mil kg de alimentos a treze entidades que atendem pessoas em estado de vulnerabilidade.

Na noite que registrou a temperatura mais baixa do ano até agora (dia 28), o próprio secretário Ney Leprevost percorreu as ruas para acompanhar a equipe responsável por distribuir cobertores e agasalho. A ação foi o resultado de uma campanha de doações de cobertores, organizada pela Secretaria e feita no estacionamento do Palácio das Araucárias, no sistema drive-thru. Com o tema "Doe cobertor e aqueça com amor" foram arrecadados cobertores, agasalhos e sopas.

Leprevost e sua equipe percorreram o entorno do Mercado Municipal, a Boca Maldita, e a região do Teatro Guaíra e Universidade Federal, no centro de Curitiba. Todas as peças arrecadadas foram doadas na noite em que a sensação termina chegou a ser de um grau negativo. Leprevost acabou doando a própria jaqueta.

“Muito obrigado a todos que doaram cobertores e roupas de inverno. Os curitibanos são muito generosos. Durante o acompanhamento, encontrei nas ruas diversos grupos solidários doando agasalhos e alimentos para as pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social”, disse o secretário.

O principal objetivo da campanha foi diminuir o sofrimento de pessoas em situação de rua. Na noite do dia 29, além da distribuição das 150 sopas arrecadadas de doação, as equipes da Sejuf realizaram o acolhimento para abrigos de quem estava nas ruas. Foram 24 pessoas acolhidas e uma encaminhada para Unidade de Saúde de Pronto Atendimento por já apresentar sinais de hipotermia.

As ações continuaram na noite do dia 30, até a madrugada do dia 1º, com o acolhimento de mais 19 pessoas e a distribuição de mais 150 sopas. “A recompensa do nosso trabalho é que no Paraná não perdemos nenhuma pessoa para o frio”, afirmou Leprevost.

(Via Assessoria de Imprensa).