Secretaria de Justiça do Governo do Paraná e Conselho do Idoso repassam R$ 2,4 milhões captados pelo Banco de Projetos ao hospital Angelina Caron
31/05/2021 - 12:32

O governador Carlos Massa Ratinho Junior e o secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost, assinaram nesta segunda-feira (31), o termo de fomento do repasse de R$ 2.459.325,56 à Sociedade Hospitalar Angelina Caron. Os recursos são oriundos do Banco de Projetos do Fundo Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa e do Conselho Estadual dos Direitos do Idoso (Fipar/Cedi).

O valor total repassado será destinado ao “Mais Saúde aos Idosos”, projeto inscrito pela instituição no Banco de Projetos da Sejuf. A Sociedade Hospitalar Angelina Caron é uma das mais importantes parceiras do país e a principal no Paraná, no que diz respeito aos atendimentos prestados à rede pública, aos pacientes mais carentes, aos idosos, que totalizam cerca de 35% dos seus pacientes.  

"O benefício ao hospital Angelina Caron foi feito através do Banco de Projetos e será diretamente para atender na área de saúde da pessoa idosa, uma das prioridades do Governo Ratinho Júnior e também uma das prioridades da Secretaria da Justiça Família e Trabalho", esclareceu o secretário Ney Leprevost.

“O repasse vai priorizar melhorias no nível de qualidade e conforto do atendimento de saúde prestado ao paciente idoso; dispor de equipamentos novos e modernos possibilitando à instituição melhorar a qualidade e eficácia do tratamento cirúrgico; e o aumento da efetividade e segurança na realização de exames diagnósticos terapêuticos”, disse a chefe do Departamento dos Direitos da Pessoa Idosa e presidente do Conselho Estadual dos Direitos do Idoso, Adriana Santos de Oliveira.

Iniciativa prevê melhorias no atendimento emergencial de pronto-socorro, enfermarias e na unidade de dor torácica, atendo as principais patologias dos idosos (sistema circulatório, neoplasias e traumas). Estratégia de gestão destinada a oferecer um ambiente mais humanizado e de melhor qualidade, nas diversas áreas da medicina, ao paciente idoso.

Vale ressaltar que 90% do valor deste projeto se destina a investimento em equipamentos médico / hospitalares a serem utilizados em especialidades com atendimento significativo a idosos.

(Via Assessoria de Imprensa – Luiz G. Mazza Neto).