Secretaria de Justiça, Família e Trabalho apoia peça teatral sobre refugiados e migrantes
12/02/2020 - 11:43

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, por meio do Departamento de Direitos Fundamentais e Cidadania (Dedif), está apoiando a peça ‘Terra Nova’, que estreia nesta quinta-feira (13/02), às 20h, no Teatro Novelas Curitibanas, em Curitiba. Por meio de música e interatividade, o espetáculo apresenta a visão de mundo do artista refugiado sírio Abed Tokmaji, da música e atriz suíça radicada no Brasil Edith de Camargo e do ator brasileiro Eduardo Ramos. A montagem é uma realização da FALA Companhia de Teatro, com direção e dramaturgia de Don Correa.

A temática da montagem aborda a situação de refugiados e migrantes. “Tendo em vista que o assunto tem ligação com atribuições do Dedif voltadas a essa população, entendemos ser importante apoiar a proposta artística, criada a partir de conversas e histórias compartilhadas por refugiados e outros que deixaram suas terras de origem”, comenta a chefe do Dedif, Regina Bley.

Ela explicou que o Centro Estadual de Informação para Migrantes, Refugiados e Apátridas (Ceim), bem como o Conselho Estadual dos Direitos dos Refugiados, Migrantes e Apátrida (Cerma), da Sejuf, respectivamente, prestam atendimento, informações, propõem e elaboram politicas públicas voltadas a essas pessoas. Sendo assim, esclareceu, “estamos buscando contatar quem se encontra nessa condição, além de dirigentes e servidores de instituições ligadas ao assunto, para que participem, voluntariamente, do espetáculo que busca oportunizar a troca de experiências, aprendizado e até mesmo sensibilizar sobre a importância do assunto.

Projeto – Segundo o diretor de Produção do espetáculo, Sergius Ramos, “o Projeto Terra Nova tem como objetivo conversar com as plateias sobre o outro, sobre nós e, assim, estão em cena um refugiado sírio, uma imigrante suíça e um ator brasileiro que falam de suas histórias e dividem suas expectativas”. Nesse contexto, se insere a interação com o público específico presente que deixou suas casas, suas terras e veio para o Brasil pelos mais diferentes motivos. A ideia central é participar, ouvir, falar, compartilhar, acrescentou o Diretor..

Sergius Ramos destacou que “a peça não possui nenhum cunho tendencioso sobre questões religiosas, politicas ou similares”. A proposta da narrativa tem foco essencialmente na troca, no conhecimento, na aproximação, reforçou ele.

Serviço – A peça Terra Nova fica em cartaz até 15 de março, de quinta a domingo, às 20h e tem entrada gratuita. O Teatro Novelas Curitibanas é na Rua Pres. Carlos Cavalcanti, 1.222 – Centro, em Curitiba. Mais informações no Fone: (41) 99763-3961.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias