Saiu Caged: Paraná gerou mais de 176 mil empregos até outubro de 2021
01/12/2021 - 08:26

O Paraná liderado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior voltou a ter saldo positivo na geração de postos de trabalho no mês de outubro, é o que apontam os números do Caged, do Ministério do Trabalho e Previdência, divulgados nesta terça-feira (30). O saldo positivo entre admissões e demissões foi de 15.741, dos 399 municípios do Estado, sendo que 281 tiveram saldo positivo. No acumulado do ano foram 176.570 novos empregos, o que mantém o Paraná na quarta posição entre os estados que mais geraram empregos em 2021 – atrás apenas de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, que têm populações muito maiores.

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, aponta uma série de fatores como causas dos bons resultados do Estado na criação de novas vagas. “Estes resultados indicam a considerável melhora na retomada da geração de empregos do Paraná. As ações conjuntas do governo para atrair novas empresas e as atitudes proativas desenvolvidas pela nossa equipe na Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, através das Agências do Trabalhador, buscando as vagas com carteira assinada junto as empresas, estão dando resultado”, analisa.

O maior número de vagas criadas foi no setor de reparação de veículos e motos, com um total de 5.171. O segundo lugar ficou para a indústria em geral, com 3.723 empregos a mais. O setor de informação, comunicação e atividades financeiras ficou em terceiro lugar, com 2.272. A retomada de alguns setores que sofreram mais com as restrições sanitárias também aparece neste mês, como artes, cultura, esporte e recreação, com um saldo positivo de 551 empregos.

Entre os municípios em destaque, Curitiba segue na frente, com 3.645 novas vagas, seguido de Maringá, com 1.064; Londrina, com 959; Foz do Iguaçu, com 745; Cascavel, com 563; Toledo, com 482; Pinhais, com 409; São José dos Pinhais, com 404; Matelândia, com 341 e Guarapuava, com 328.

No acumulado do ano, a indústria em geral foi a que mais empregou com um total de 38.030 empregos, indicando de maneira mais nítida a retomada econômica do Estado. O comércio aparece em segundo com 35.280 novos postos.

“O Paraná vem mantendo o nível positivo de geração de emprego desde o início do ano, mesmo com as medidas restritivas por conta da pandemia”, afirma Suelen Glinski, chefe do Departamento do Trabalho e Estímulo à Geração de Renda da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho. “O bom resultado na indústria ajuda a puxar os demais setores econômicos. A recuperação no comércio, que foi fortemente afetado pelas medidas de restrição, também se destaca”.

(Via assessoria de imprensa – Edson Fonseca)